Fraldas no Colégio

0
COMPARTILHAMENTOS
41
VISUALIZAÇÕES

Essa semana, o caso das fraldas geriátricas depositadas em uma sala do Colégio Estadual Augusto Meyer dividiu as atenções com os alagamentos em dias ensolarados, que voltaram ainda mais fortes do que em setembro. Nesta edição, a Gazeta Centro-Sul traz os fatos, com as versões dos envolvidos.

Em que pese a questão partidária, os vereadores Tiago Green, Carla Vargas e Manoel Eletricista cumpriram o seu papel de fiscalizar o Executivo, coisa rara na Aldeia, diga-se de passagem.

O ponto mais importante dessa história é a tradicional falta de planejamento na gestão pública municipal. Uma cidade como Guaíba deveria contar com um almoxarifado adequado para atender a demanda.

Pelo que observei até aqui, não identifiquei falcatrua, conforme julgamentos de rede social. O que temos é mais um flagrante de gambiarra na ausência de planejamento.

Não duvido que o diretor da Escola, que tentou ajudar, cedendo um espaço ocioso, sem qualquer prejuízo para as atividades do Colégio, pague pela falta de planejamento do Governo Municipal.

 

Mudanças e Apagador de Memórias

Essa semana, o engenheiro Roosevelt Nasário, filho de Antônio Nasário, autor da letra do Hino de Guaíba, me procurou para relatar que a mudança de parte da letra do Hino aconteceu sem a autorização do autor e de seus sucessores, contrariando o que determina a lei dos direitos autorais. Segundo Roosevelt, o vereador Manoel Eletricista, proponente da mudança que acrescentou a frase “Berço da Revolução Farroupilha”, suprimindo a original, teria afirmado que tinha a autorização do autor, o que, segundo o seu filho, não procede.

Como se trata de possível ilegalidade, a aprovação da Lei que altera o Hino, questionei os procuradores da Câmara Municipal sobre o parecer jurídico que emitiram. Fui informado que, em 2017, quando ocorreu a votação, o autor da música foi até a Câmara com o Vereador Manoel e teria concordado com a mudança. Segundo os procuradores, o vereador afirmou, de forma verbal, que teria a autorização de Antônio Nasário. Com isso, foi emitido o parecer favorável, condicionando ao atendimento de recomendações que não teriam sido seguidas. Não há qualquer documento que comprove a autorização do autor da letra.

Questionei o Vereador Manoel também sobre este caso. Ele nega que tenha faltado com a verdade sobre a autorização, salientando que, como já faz muito tempo (seis anos), não lembra dos detalhes. Concluiu dizendo que teve o parecer favorável para a mudança da letra do Hino e para colocar a frase no Brasão e na Bandeira do Município.

O Roosevelt me disse que, depois de tentar reverter a alteração na Câmara Municipal, na Prefeitura e com apoio do Ministério Público, sem sucesso, entrou com processo na Justiça, visando manter a letra do Hino original.

Eu tenho me manifestado contra mudanças de nomes de ruas e de qualquer espaço público, conforme está banalizado em Guaíba, considerando que ao nominar algo, estamos preservando a memória do Município.

Na verdade, na onda deste troca-troca, percebe-se total ausência de critérios. Por exemplo, a expressão “Berço da Revolução Farroupilha”, que foi acrescentada no Hino e na Bandeira, deixou de ser o nome do Hospital Regional.

 

Vereador Caldas segue no PT

A Executiva Estadual do PT suspendeu a expulsão do vereador João Caldas, decidida pela Executiva Municipal do partido. Até as crianças sabiam que a expulsão não pararia em pé. A Estadual quer analisar o processo e ouvir o vereador.

 

Mesa Diretora da Câmara

Havia um acordo para eleger o vereador João Caldas como presidente da Mesa Diretora da Câmara em 2024. Acontece que a possibilidade de Caldas mudar de partido na janela do ano que vem, devido a total incompatibilidade com o presidente do PT de Guaíba, o acordo poderá ser alterado. Quando o presidente da Câmara muda de partido é preciso fazer nova eleição, o que está fora de cogitação, segundo a Tia Alaíde.

Resumo da bufa: os vereadores Miguel Crizel e João Collares estão na disputa. A oposição espera um racha na base governista para equilibrar o jogo. Frisson nos bastidores da Casa do Povo.

 

Comando da Aldeia em Igrejinha

O comando da Aldeia se reuniu no município de Igrejinha, onde a Tia Alaíde compra sapato barato, para alinhar a gestão. De acordo com o Governo Municipal, nos dias 20 e 21 de novembro, foi realizado o 3º Seminário de Gestão, com os principais eixos de atuação da Prefeitura, visando melhorar a eficácia dos serviços oferecidos à população.

Questionei sobre o número de pessoas e o custo do encontro, mas ainda não tive retorno. Espero que este retiro resulte em melhora efetiva na gestão.

 

Paula Schuch Silveira

Os vereadores de Guaíba aprovaram, por unanimidade, projeto de lei do Executivo que dá denominação de Centro Integrado Amanhecer Paula Schuch Silveira ao Centro de Atendimento a Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência Sexual. A servidora pública, com relevantes serviços prestados ao município de Guaíba, faleceu no dia 26 de outubro deste ano.

 

Leandro André

leandro.andre.gazeta@gmail.com

Publicado em 24/11/23

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *