Costura, chuleia e prega botão

0
COMPARTILHAMENTOS
23
VISUALIZAÇÕES

Acima, uma expressão antiga para definir pessoa que faz várias atividades. Assistindo os vídeos do prefeito de Guaíba, Marcelo Maranata, na internet, postados em série, lembrei da expressão do título. A cada 5 minutos, o Prefeito Maranata aparece fazendo pudim, sendo arrastado num couro de boi puxado por cavalo, andando de ônibus com os usuários do transporte coletivo, cantando em shows e eventos, de carona na máquina do asfalto, descendo a São José de skate, abraçando senhoras nas calçadas e acamados no hospital, lavando louça em residências humildes, e por aí vai.

Não sou marqueteiro, então não sei dizer se isso é totalmente positivo para a imagem do prefeito quanto parece. Por um lado, destaca-se a versão do homem público humilde, próximo do povo e tal; por outro, com meus 63 anos de vida, sei que tudo em demasia resulta em efeito contrário ao programado, considerando que a distância entre o original e o forçado é tênue.

Uma vez, a convite do Maranata, logo no início de seu governo, dei um giro pela cidade para ver as suas realizações. Percebi que muito deste contato próximo com as pessoas é característica dele. Acontece que isso exposto em redes sociais, de maneira ostensiva, pode parecer simpatia artificial.

Acredito que os assessores mais próximos do prefeito curtam a performance impetuosa do chefe, mas, olhando de fora, sob a ótica do contexto político, o show excessivo na telinha pode pesar de forma negativa na comparação com a vida real.

 

Arborização Urbana

Leitor escreveu concordando com as observações que fiz na coluna da semana passada, a respeito da necessidade de se responsabilizar a CEEE Equatorial por deixar vários clientes até seis dias sem energia elétrica. No entanto, o leitor observou que a Prefeitura também tem responsabilidade em relação às podas e à arborização urbana.

Poda de árvores sob redes de distribuição de energia elétrica é atribuição da concessionária, considerando a necessidade de cuidados especiais de segurança. Entretanto, cabe ratificar o que tenho escrito aqui na Coluna sobre a questão ambiental não ser prioridade do Governo Municipal. Se fosse prioridade, haveria um projeto de arborização urbana eficaz na Cidade.

 

Filiação em Massa no Podemos

Essa semana, um comando de lideranças e militantes políticos de Guaíba se filiou no partido Podemos. Em evento movimentado, na segunda-feira, 29 de janeiro, 81 pessoas se filiaram ao partido. Entre os nomes mais conhecidos: os vereadores Juliano Ferreira e Airton Elegância; a secretária de Meio Ambiente, Vanessa Kologeski; a ex-vereadora Paula Almeida; Gilsão (suplente de vereador); a psicóloga Kamila Ávila; Jairo Boneberger (patrão do CTG Caudilho Guaibense); o Sorriso (assessor do secretário de Infraestrutura); Dango; e Cacaia.

O Maurício Dziedricki veio a Guaíba, representando a Estadual do partido, marcando presença junto com a Deisi Maranata, que é presidente do Podemos Mulher RS. Na mira, as eleições de outubro.

 

Governo x Sindicatos

Segue o embate dos últimos anos entre o Sindicato dos Professores Municipais (SPMG) e o Governo de Guaíba. No encontro realizado essa semana, nada avançou, pelo contrário. O Governo ofereceu reajuste salarial de 4,62% (IPCA 2023), o Sindicato pediu para que não fosse enviado o PL para a Câmara de Vereadores antes de uma assembleia da categoria, mas o prefeito não esperou. Segue o litígio.

O SPMG está sob nova direção, com todo o gás, mas o prefeito segue na batida do enfrentamento, apostando no desgaste da categoria, alinhada com o Sindicato. Maranata garante que ofereceu o que pode pagar. A presidente do Sindicato, Michele Tavares, avisou que não irão desistir da luta pelo reajuste do Piso Nacional da Educação. Pressão forte na sessão extraordinária do dia 1º. Tudo indica que teremos mais um ano letivo iniciando em alta tensão na Aldeia.

O Sindicato dos Servidores Municipais também se queixa da postura do Prefeito Maranata de não dialogar. Tais Motta, presidente do Sindicato, enfatizou que o prefeito não apresentou justificativa para o índice de 4,62%. “Deu chá de banco nos representantes do Sindicato e não retirou o PL da pauta na Câmara”.

 

Clube da Riocell

Leitor perguntou sobre a continuidade do Clube Recreativo Riocell, desativado há vários anos com a promessa de retomada das atividades. A Gazeta questionou a empresa e quase dois meses depois veio a resposta: “A CMPC informa que, por ora, não há previsão de retomada das atividades do Clube”.

 

Déficit Bilionário

Essa semana, foi divulgado o rombo de R$ 230,5 bilhões nas contas do Governo Federal em 2023. Déficit histórico no País marca o primeiro ano do Governo Lula nesta terceira gestão do presidente. Acendeu a luz vermelha. Não é preciso ser economista para saber quem vai pagar esta conta.

 

Leandro André

leandro.andre.gazeta@gmail.com

Publicado em 2/2/24

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *