CEEE Equatorial

0
COMPARTILHAMENTOS
14
VISUALIZAÇÕES

O temporal do dia 16 de janeiro deixou claro que a CEEE Equatorial está despreparada para enfrentar crises.
Todos compreendem que os ventos foram muito fortes, causando estragos importantes no sistema de distribuição de energia elétrica. No entanto, é inadmissível que uma empresa detentora de concessão para um serviço tão relevante para a sociedade esteja tão despreparada.
Esperava-se que o serviço privatizado fosse oferecer resultados melhores do que o estatal. No entanto, nada
mudou. Antes, era ruim, e agora continua ruim. Basta buscar os arquivos dos jornais para conferir que a
precariedade e a esculhambação vêm de longe.
Importante destacar que as prefeituras não podem atuar em consertos da rede elétrica por tratar-se de
atividade regulada pelo Estado. Em Guaíba, eu acompanhei o esforço do Município para ajudar com
equipamentos, veículos e até mão de obra, mas as ofertas não foram aproveitadas.
Há pessoas que ficaram uma semana sem energia elétrica, o que ultrapassa todos os limites do razoável,
invadindo a irresponsabilidade, que precisa ser devidamente punida.

 

Leandro André

Comentários 1

  1. Luciano Bosembeker Buttow says:

    Bom dia!
    A CEEE Equatorial segue com suas lambanças, depois de mostrar total despreparo para atender as ocorrências na cidade no dia do temporal agora está negando ressarcimento aos consumudores que tiveram seus eletrodomésticos queimados no temporal.
    Uma moradora do bairro Colina relata que tentou contato com a CEEE Equatorial no dia e no dia posterior ao temporal sem sucesso por congestionamento do sistema da CEEE Equatorial, inclusive a operadora Claro não estava funcionando impossobilitando muitos moradores de abrirem duas reclamações. A moradora teve equipamento de alarme e TV queimados após o temporal, ao abrir a reclamação e pedir o ressarcimento a CEEE Equatorial negou o pedido alegando que não houve reclamação da unidade consumidora no sistema.
    Agora me diga dona CEEE Equatorial, praticamente a cidade inteira ficou sem energia, operadoras de Celular pararam de funcionar, sistema de atendimento congestionado, como poderiamos abrir uma reclamação sendo que estavamos desesperados tentando salvar os itens congelados e resfriados, e tentando retomar a vida e sem comunicação? neste caso foram cinco dias sem energia, e a CEEE Equatorial simplesmente diz “que a situação não existiu para eles”.
    Isso é uma estratégia para forçar os clientes a entrarem na justiça na busca de seus direitos, e assim forçar a grande maioria a desistir da causa evitando que a empresa tenha que desembolçar o ressarcimento de tanta gente.
    Que decepção e revolta com o descaso com o nosso povo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *