Alexa

0
COMPARTILHAMENTOS
91
VISUALIZAÇÕES

Essa semana, fui buscar um fundo fotográfico para meu trabalho em fotografia numa empresa especializada em Porto Alegre. Em uma agradável conversa com o Arison que me atendeu, um querido amigo guaibense, fico sabendo que ele tem oferecido uma melhor qualidade de vida para a vó da esposa, a Vó Edi, que está acamada, a partir da Alexa. Fico olhando para ele… A o quê? Alexa, a assistente virtual da Amazon, ele me instruiu. Daí minhas sobrancelhas se encostaram.

Fui apresentado para uma tecnologia, nova para mim, provavelmente conhecida por muitos dos leitores, que faz com que um pequeno objeto circular, que a partir de um comando de voz, oferece a oportunidade de uma pessoa que não pode se locomover, de acionar vários eletrodomésticos, lâmpadas, além de responder a qualquer pergunta. Informa o clima, escreve lista de compras, conta piadas, declama poemas, liga para alguém… Fiquei tão impressionado e entusiasmado em compartilhar a “novidade” com quem ainda não conhece esta tecnologia, que aproveitei como tema da Coluna. Depois descobri que pessoas próximas usam. Minha sobrinha Mariana, por exemplo. Disse que programou lâmpadas (que são especiais, precisam ter Wi-Fi) para ao chegar em casa, falar: Alexa cheguei. A lâmpada da entrada se acende. Ou quando diz: Alexa boa noite. Todas as lâmpadas se apagam.

Sugiro fortemente que pesquisem no YouTube e vejam demonstrações das funcionalidades da engenhoca. Use sua imaginação e criatividade para bem aproveitar este lado útil da tecnologia.

Parabéns, Arison por poder fazer com que sua familiar acamada possa ligar e desligar a TV, escolher a temperatura do ar-condicionado ou desligá-lo, manejar a iluminação do seu quarto, ou descobrir novos temas de seu interesse a partir de “conversas” com a Alexa.

Acredito que vou adquirir uma, e entre algumas programações domésticas e milhares de perguntas, vou aprender idiomas com ela. Votos de uma ótima semana!

 

Joaquim Mello

joaquim.mello@terra.com.br

Publicado em 18/3/22

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *